CIA recria no Twitter operação contra Bin Laden cinco anos depois

Washington, 2 Mai 2016 (AFP) - Cinco anos depois da morte de Osama Bin Laden no ataque militar contra sua casa no Paquistão, a CIA lembrou este aniversário com um relato da operação no Twitter.

"Para destacar o quinto aniversário da operação Osama Bin Laden em Abbottabad, vamos relatar a incursão com tuítes como se estivesse ocorrendo hoje", escreveu a agência em sua conta da rede social, @CIA.

Sob a hashtag #UBLRaid, publicou uma série de tuítes sobre o desenrolar da operação na noite de 1º de maio de 2011, entre eles um com a famosa foto do presidente Barack Obama após a operação ju

nto a funcionários de alto escalão americanos na sala de crise da Casa Branca, a chamada "Situation Room".

"1:51 PM EDT - Helicópteros decolam do Afeganistão em direção a Abbottabad no Paquistão #UBLRaid", disse um dos tuítes.

"3:30 PM EDT - 2 helicópteros aterrissam sobre o complexo em Abbottabad no Paquistão. 1 se acidenta, mas o ataque continua sem atrasos ou feridos #UBLRaid", relatou outro tuíte.

Minutos mais tarde: "3:39 PM EDT - Osama bin Laden encontrado no terceiro andar e morto #UBLRaid".

O relato da CIA gerou diversas reações na rede social, nem todas positivas.

"@CIA Relataremos Hiroshima em 6 de agosto também?", perguntou o usuário Kris Knight.

"Não têm coisas mais importantes a fazer, como capturar pessoas más, ou invadir secretamente nossa privacidade, ou algo assim?", tuitou Amber V.

Mas outros aprovaram a iniciativa de comunicação da CIA.

"Ao ler o relato da @CIA no Twitter #UBLRaid hoje, me lembrei de como estou orgulhoso dos homens e das mulheres que fazem o que fazem. Obrigado", escreveu o usuário Toby Knapp.

- Al Bagdadi na mira -Desde que apareceu no Twitter, em fevereiro de 2014, a agência de inteligência americana publicou 1.662 tuítes e conta com 1,33 milhão de seguidores.

"Somos a primeira linha de defesa da nação. Conseguimos o que outros não podem conseguir e vamos onde outros não podem ir", escreve a agência em sua apresentação nesta rede social.

Em meio ao relato no Twitter, o diretor da CIA, John Brennan, estimou no domingo que a eliminação do líder do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al Bagdadi, teria um grande impacto.

"Destruímos uma grande parte da Al-Qaeda. Não foi completamente eliminada. Portanto devemos seguir atentos ao que pode fazer. Agora, com o novo fenômeno do (EI), isso será um desafio", advertiu Brennan no canal de televisão americano NBC.

Quando o jornalista do programa perguntou se o líder do grupo EI havia se tornado tão importante quanto Bin Laden foi em certa época, o chefe do serviço de inteligência respondeu: "É importante, e vamos destruir o EI, não há nenhuma dúvida".

"Se pegarmos Bagdadi, acredito que isso terá um grande impacto na organização. E será sentido por eles", estimou Brennan.

nr/mdl-vlk/ch/tll/plh/fr/ll/nn/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos