Obama queria que Bin Laden soubesse que EUA não esqueceram 11/09

Washington, 2 Mai 2016 (AFP) - Cinco anos depois de as forças especiais americanas matarem Osama bin Laden, o presidente Barack Obama disse que esperava que, em seus últimos instantes de vida, o mentor do 11 de setembro de 2001 tenha compreendido que os americanos não esqueceram dos ataques.

Em entrevista à emissora CNN, emitida nesta segunda-feira, Obama marcou o aniversário do que muitos veem como um dos maiores feitos de sua administração: pôr fim à longa caçada do foragido líder saudita da Al-Qaeda, em 2 de maio de 2011, no Paquistão.

"Espero que naquele momento, tenha entendido que o povo americano não esqueceu das 3.000 pessoas que ele matou", disse o presidente.

Obama termina seu segundo mandato em janeiro, com a Al Qaeda sensivelmente debilitada pelos ataques com drones e ofuscada pelos extremistas do grupo Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos