Polícia de Bali mata francês que resistiu a prisão

Jacarta, 2 Mai 2016 (AFP) - A polícia da ilha indonésia de Bali matou nesta segunda-feira um cidadão francês que havia provocado a morte de um policial ao resistir à prisão, informou uma fonte oficial.

O francês, identificado como Amokrane Sabet, havia sido convocado várias vezes pela polícia após queixas apresentadas contra ele pelos habitantes da ilha idílica do Sudeste Asiático, onde o indivíduo residia.

"Havia muitas queixas contra este homem porque comia sem pagar em restaurantes, sempre carregava uma faca e importunava as pessoas, mas nunca se apresentou a nós", indicou à AFP um porta-voz da polícia de Bali, Hery Wiyanto.

Quase 40 policiais e agentes da imigração foram mobilizados para prender o francês, descrito como um homem corpulento, cujo visto de residência expirou em setembro, indicou a fonte.

Ao ser interpelado pelos agentes, Sabet, que aparentemente praticava artes marciais, os recebeu com faca na mão.

"Um dos nossos agentes se aproximou e tentou acalmá-lo, mas Sabet o esfaqueou", informou Wiyanto. O policial atacado não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O porta-voz afirmou que tiros de advertência foram feitos, mas Sabet ignorou.

Finalmente, o francês foi baleado várias vezes.

Contactada pela AFP, a embaixada francesa em Jacarta declarou que havia sido informada sobre o incidente e que ele estava em contato com a polícia local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos