Pentágono confirma morte de soldado americano no Iraque

Washington, 3 Mai 2016 (AFP) - Um soldado americano foi abatido nesta terça-feira no Iraque, quando estava em uma frente Peshmerga curda a quem assessorava, confirmou o Pentágono em um comunicado, no qual atribuiu a morte ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

"Nesta manhã, um soldado americano que assessorava e ajudava as forças Peshmerga foi abatido por fogo inimigo ao norte de Mossul", indicou Peter Cook, porta-voz do Pentágono, ao informar que o incidente ocorreu a "3 ou 5 quilômetros da linha de frente".

Uma fonte militar americana disse à AFP que o soldado foi abatido pelo "fogo direto", num momento em que membros do grupo EI "entraram no front Peshmerga". O oficial disse não ter conhecimento de nenhuma outra vítima.

Em relação à identidade do soldado, nenhuma informação suplementar foi divulgada, embora outra fonte tenha afirmado à AFP que se tratava de um Navy Seal, um soldado das forças especiais americanas.

Segundo esta mesma fonte, teria se tratado de "um ataque orquestrado com tiros e múltiplas bombas"

lby-elm/vog/md/nn/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos