Ações da Vale despencam 5% após ação judicial por desastre ambiental em Mariana

São Paulo, 4 Mai 2016 (AFP) - As ações da Vale afundaram mais de 5% na Bolsa de São Paulo nesta quarta-feira depois que o Ministério Público Federal (MPF) exigiu da mineradora brasileira e da anglo-australiana BHP 155 bilhões de reais em reparação pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana - Minas Gerais.

Pouco depois da abertura dos mercados, às 10h40, as ações preferenciais da Vale caíam 5,75%, enquanto as ordinárias recuavam 6,06%, afetadas pela ação movida na terça-feira após a pior catástrofe ambiental da história do Brasil, que matou 19 pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos