Dívida do futebol espanhol com Receita Federal diminui em 2016

Madri, 4 Mai 2016 (AFP) - A dívida dos clubes profissionais com a Receita Federal espanhola diminuirá para menos de 200 milhões de euros ao fim da atual temporada, garantiu nesta quarta-feira o presidente da Liga de Futebol Profissional (LFP), Javier Tebas.

Os clubes da primeira e segunda divisão do futebol espanhol deviam 317 milhões de euros em impostas e taxas em setembro passado e o valor chegou a ser de 650 milhões dem 2013.

"Ao fim desta temporada estará abaixo de 200 milhões de euros. Conseguimos inverter essa questão e agora diminuímos a dívida rapidamente", afirmou Tebas durante a apresentação do Relatório Econômico do Futebol Profissional-2015.

Após muitos clubes passarem por grandes dificuldades financeiras devido a anos de gastanças, foi criado em 2013 uma comissão conjunto entre a LFP e o Conselho Superior de Esportes (CSD) para aumentar o controle financeiro e acabar com a crise, com medidas que incluem até a proibição de realizar contratações de jogadores para as equipes mais endividadas.

"Nossos clubes cumprirem a meta e ganharam este jogo. Os clubes se convenceram que era preciso um regulamentação própria para conseguir uma solução", comemorou Tebas.

A melhora financeira do futebol espanhol vem dando frutos dentro de campo. O Atlético de Madri já está classificado para a decisão da Champions, e poderá enfrentar o arquirrival Real Madrid, enquanto Sevilla e Villarreal tem tudo para medirem forças na final da Liga Europa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos