EUA: Kasich desiste e caminho fica livre para Trump

Washington, 4 Mai 2016 (AFP) - O governador de Ohio, John Kasich, anunciou nesta quarta-feira o fim de sua campanha pela indicação republicana à corrida pela Casa Branca, deixando, com isso, o caminho livre para Donald Trump.

"Ao suspender hoje minha campanha, tenho a renovada e mais profunda fé em que o Senhor me mostrará o caminho a seguir", declarou Kasich.

Ao se despedir da campanha, Kasich disse que nesta conjuntura, os Estados Unidos "devem ter em mente que é necessário restituir o poder, o dinheiro e a influência do governo para as pessoas, em qualquer lugar que vivamos. Administrar o país de baixo para cima".

No entanto, admitiu que os americanos não escutaram esta mensagem durante a campanha. "Não era sexy, não era uma frase incendiária", lamentou.

Na véspera, o senador ultraconservador Ted Cruz já tinha abandonado a corrida pela indicação republicana, deixando a cena apenas para Trump e Kasich.

Kasich, um moderado, tinha na agenda nesta quarta-feira um ato de campanha na região de Washington, mas subitamente, no começo do dia, anunciou o cancelamento do evento para convocar uma coletiva de imprensa.

O fim das campanhas de Cruz e Kasich é consequência direta da vitória espetacular de Trump em Indiana, na terça-feira, apesar dos esforços desesperados esforços por impedir seu avanço incontrolável.

Trump conseguiu até agora 1.053 delegados nas primárias e precisa de 1.237 para confirmar sua vitória na disputa interna durante a convenção republicana, prevista para julho.

Mas ao ser o único na corrida, sua indicação se torna praticamente inevitável, mesmo faltando prévias em estados importantes, como a Califórnia, em junho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos