Principal recrutador australiano do EI morre em ataque no Iraque

Sydney, 5 Mai 2016 (AFP) - O principal recrutador australiano do grupo jihadista Estado Islâmico, ligado a vários ataques na Austrália, morreu no Iraque em um bombardeio da aviação americana, informou Canberra nesta quinta-feira.

As autoridades australianas e americanas qualificaram de relevante a morte de Neil Prakash, que desempenhava um importante papel como recrutador do grupo jihadista.

O procurador-geral George Brandis disse que Washington informou a Canberra que Prakash morreu na cidade iraquiana de Mossul, no dia 29 de abril.

"Prakash era um importante membro do EI, um recrutador e um organizador de ataques experiente", destacou a ministra australiana da Defesa, Marise Payne.

Segundo Brandis, o combatente australiano estava "envolvido em vários projetos de atentados na Austrália e havia convocado ataques de lobos solitários contra os Estados Unidos".

Neil Prakash, que partiu da Austrália em 2013 e era conhecido como Abu Khaled al Cambodi, é citado na preparação do ataque por ocasião do Anzac Day, em 2015, a festa nacional que lembra os soldados australianos mortos em combate.

O combatente jihadista também aparece em vários vídeos de propaganda do EI, entre eles um que chama a atacar a Austrália.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos