Reino Unido receberá mais crianças sírias sozinhas

Londres, 4 Mai 2016 (AFP) - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou nesta quarta-feira que seu país receberá mais crianças sírias sozinhas em resposta à campanha de um membro da Câmara dos Lordes, que fugiu dos nazistas nos anos 1930.

"Vamos ver com as autoridades locais o que mais podermos fazer", afirmou Cameron no Parlamento, sem precisar quantas crianças seriam.

Alf Dubs, um membro trabalhista, apresentou uma emenda à nova lei de migração preparada pelo governo, pedindo que se aceite as 3.000 crianças sírias que estão sozinhas em campos de refugiados da Europa.

O Reino Unido não faz parte do programa europeu para repartir os refugiados sírios que chegaram às costas meridionais da UE.

Mas o governo britânico enviou 3,3 bilhões de dólares e prometeu acolher em cinco anos cerca de 20.000 refugiados dos campos da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos