Ban Ki-moon pede que países acelerem concretização do acordo climático

Washington, Estados Unidos, 5 Mai 2016 (AFP) - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse nesta quinta-feira que a ação contra as mudanças climáticas deve ser mais rápida e mais ampla para transformar os compromissos de combate ao aquecimento global, assumidos no acordo de Paris, em medidas concretas.

"É hora de levar a ação climática para o próximo nível", disse Ban em um encontro em Washington que reuniu os prefeitos de Nova York e Paris, o ativista ambiental Al Gore, líderes empresariais e membros do Congresso americano.

"Devemos acelerar o ritmo, o alcance e a escala da nossa resposta, local e globalmente", declarou Ban ao lembrar do aumento da temperatura mundial, o derretimento das geleiras do Ártico e a frequência cada vez maior de secas e furacões.

A reunião, denominada "Climate Action 2016", acontece duas semanas depois de que 175 países assinaram na sede das Nações Unidas o acordo sobre o clima de Paris fechado em dezembro por 195 nações, durante a COP 21.

O secretário-geral também lembrou que os 55 países responsáveis por 55% das emissões totais de gases do efeito estufa devem ratificar o acordo para que este seja efetivo. O objetivo é limitar o aumento da temperatura a dois graus Celsius até o fim do século.

A adoção do compromisso de Paris não significa que as partes aderem automaticamente ao acordo. Além da fase de assinatura, iniciada em abril, é necessário fazer a ratificação, que consiste em adequar o acordo à legislação de cada país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos