Médicos Sem Fronteiras não participará em reunião humanitária da ONU

Paris, 5 Mai 2016 (AFP) - A ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF) anunciou nesta quinta-feira que não participará em uma grande reunião humanitária organizada pela ONU na Turquia este mês por considerar que não servirá para melhorar a ajuda às vítimas de conflitos.

"Não vemos como esta reunião pode ajudar o setor humanitário a responder às grandes necessidades do mundo", afirma o MSF em um comunicado, no qual cita os ataques contra hospitais na Síria, Iêmen e Sudão do Sul, assim como o bloqueio na Jordânia, Turquia e Macedônia de milhares de refugiados em fuga dos conflitos.

A ONG também não acredita que a reunião prevista para os dias 23 e 24 de maio em Istambul servirá para melhorar a luta na África contra epidemias como o Ebola ou a febre amarela, ou para acabar com "graves restrições" de alguns países à entrada de ajuda humanitária.

A ONU anunciou que quase 80 países participarão no evento, mas até o momento apenas 45 países confirmaram a presença de representantes.

A MSF é uma das organizações que mais distribui ajuda humanitária no mundo, mas nos últimos meses se tornou alvo de ataques.

No ano passado, 75 hospitais coordenados pela MSF ou que contam com o apoio da ONG foram bombardeados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos