Ataques dos EUA contra Al-Qaeda deixam dez mortos no Iêmen

Washington, 6 Mai 2016 (AFP) - Pelo menos dez membros da Al-Qaeda foram mortos nos últimos ataques aéreos dos Estados Unidos no Iêmen, realizados em apoio às forças aliadas que combatem os extremistas - informou um porta-voz do Pentágono nesta sexta-feira.

"Fizemos quatro ataques antiterroristas contra AQAP (sigla para Al-Qaeda na Península Arábica) desde 23 de abril, matando dez membros da Al-Qaeda e ferindo outros", disse o porta-voz do Pentágono, o capitão Jeff Davis, à imprensa.

Ele indicou que os Estados Unidos estão trabalhando com a coalizão árabe que tenta expulsar a Al-Qaeda da cidade portuária de Mukalla, controlada pela AQAP desde abril do ano passado.

Essa colaboração inclui um "número muito pequeno" de militares americanos, cumprindo tarefas de inteligência, monitoramento, planejamento, segurança marítima e ajuda médica, explicou o porta-voz.

Davis disse que os Estados Unidos ajudam os iemenitas com "apoio de Inteligência", mas não quis informar se há forças de operações especiais no terreno.

"Isso é de grande interesse para nós. Não serve para os nossos interesses ter uma organização terrorista no controle de uma cidade e, em consequência, estamos ajudando nisso", completou o assessor.

Os combatentes da AQAP deixaram Mukalla e outras áreas costeiras depois da ofensiva do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos