Forças sírias lançam ataque contra prisão de Hama tomada por motim

Beirute, 6 Mai 2016 (AFP) - Forças de segurança sírias lançaram um ataque contra uma prisão na cidade central de Hama para acabar com um motim que envolve cerca de 800 internos, informou um grupo de monitoramento.

"Eles lançaram granadas de gás lacrimogêneo dentro da prisão após prenderem os familiares dos prisioneiros reunidos do lado de fora do prédio preocupados por seus destinos", informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Imagens de vídeo postadas nas redes sociais mostraram um corredor repleto de chamas e fumaça enquanto uma voz é ouvida dando a data de 6 de maio e a localização como a prisão central em Hama.

O som de uma explosão de granada de gás lacrimogênio pode ser ouvida enquanto prisioneiros gritam "Allahu Akbar!" ("Deus é grande"), enquanto outros são ouvidos tossindo.

"Existem informações sobre pessoas ficando inconscientes e casos de sufocamento", declarou o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Mais cedo, ele informou que um reforço na segurança foi enviado à prisão "com previsão de confronto caso a negociação falhasse".

O motim começou na segunda-feira, com alguns guardas sendo tomados como reféns depois de uma tentativa de transferir detentos para a prisão militar de Saydnaya, perto de damasco.

Ativistas sírios do grupo Comitê de Coordenação Local informaram que as forças de segurança têm cercado a prisão de Hama por vários dias, e que 800 prisioneiros estavam envolvidos.

O grupo informou que os detentos protestavam contra dezenas de presos que foram condenados à morte e também contra as condições dentro da prisão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos