Padeiro se vinga do irmão envenenando e matando 30 pessoas no Paquistão

Multan, Paquistão, 6 Mai 2016 (AFP) - Um padeiro paquistanês confessou ter envenenado dezenas de pessoas, das quais 30 morreram, para vingar-se de seu irmão, com quem havia discutido por um desacordo comercial.

Khalid Mehmood confessou seu crime ao tribunal de Punjab que colocou pesticidas em confeitos porque seu irmão mais velho, Tariq, seu sócio, o insultou e agrediu.

"Queria dar uma lição a ele", declarou ao juiz.

"Estava tão furioso que misturei um vidro de pesticida com os confeitos que estava preparando na hora", acrescentou.

Os doces envenenados foram comprados em 17 de abril por um cliente da padaria para comemorar com a família o nascimento do neto.

O bebê perdeu o pai, seis tios e uma tia, segundo a polícia. Outras cinco crianças também morreram. Quatro pessoas seguem hospitalizadas.

Os investigadores achavam a princípio de se tratasse de um envenenamento acidental, pois junto à padaria há uma loja de pesticidas. Na ocasião, o dono da loja havia armazenado alguns produtos na padaria para realizar obras em seu estabelecimento.

wh-sjd/st/cnp/ahe/abk/es/js/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos