Governo e rebeldes retomam diálogo no Iêmen

Cidade do Kuwait, 9 Mai 2016 (AFP) - As negociações diretas entre os rebeldes e o governo iemenitas foram retomadas nesta segunda-feira, no Kuwait, após dois dias de interrupção - anunciou a ONU.

Três grupos de trabalho se reuniram para dar continuidade às difíceis discussões sobre a retirada dos rebeldes xiitas huthis das zonas tomadas no Iêmen, sobre a deposição das armas, sobre a libertação de prisioneiros, assim como sobre uma solução política para o conflito, declarou porta-voz da ONU à AFP.

O conflito teve início depois de uma ofensiva dos huthis em julho de 2014, os quais assumiram o controle de amplas regiões, entre elas a capital Sanaa. Uma coalizão dirigida pela Arábia Saudita interveio em março de 2015 para impedir o controle de todo o país por parte dos huthis.

Em 21 de abril, começaram as conversas no Kuwait patrocinadas pela ONU e, dez dias depois, entrou em vigor um cessar-fogo no Iêmen. Todos os envolvidos no conflito se acusam mutuamente de violá-lo.

As negociações são destinadas a pôr fim a um conflito que já deixou 6.400 mortos, 30.500 feridos e 2,8 milhões de deslocados em pouco mais de um ano, segundo estimativas da ONU.

No terreno, a defesa aérea saudita interceptou hoje um míssil balístico lançado do Iêmen, anunciou a coalizão árabe, denunciando uma "escalada perigosa" por parte dos rebeldes. Esse foi o primeiro disparo de míssil desde 21 de abril.

"O disparo de um míssil nesse momento preciso é uma escalada perigosa por parte das milícias huthis e das forças do [presidente] expulso [Ali Abdallah Saleh]", afirmou a coalizão liderada pela Arábia Saudita, em um comunicado.

A coalizão garantiu que, junto com a comunidade internacional, está tentando "manter a calma e ajudar no interesse dos diálogos [de paz] no Kuwait" e que continuará evitando a violência. Reserva-se, porém, "o direito de responder no momento e no lugar oportunos", se um ataque parecido se repetir.

O míssil foi interceptado no amanhecer, e a coalizão destruiu imediatamente o lançador do artefato, situado no Iêmen.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos