Líder do EI na província de Anbar, no Iraque, morreu em ataque aéreo (Pentágono)

Washington, 9 Mai 2016 (AFP) - Um líder do grupo Estado Islâmico morreu em um ataque aéreo da coalizão liderada pelos Estados Unidos contra o grupo na província iraquiana de Anbar, assim como outros três jihadistas, anunciou o Pentágono nesta segunda-feira.

"Em 6 de maio, um ataque aéreo da coalizão tomou como alvo Abu Wahib, emir militar do ISIL para a província de Anbar e ex-membro da Al-Qaeda no Iraque, que apareceu em vídeos de execuções do ISIL", destacou o secretário de imprensa do Pentágono, Peter Cook, usando um acrônimo em árabe para o grupo EI.

"Nós o consideramos uma autoridade importante do grupo Estado Islâmico" (EI) em seu conjunto, disse Cook a jornalistas no Pentágono.

Al-Anbar é uma província de maioria sunita de "importância crucial" no combate aos jihadistas, destacou o porta-voz.

Depois de ter recuperado Ramadi no fim de 2015, as forças iraquianas retomaram a cidade de Hit em meados de abril.

Mas o EI controla principalmente a grande cidade de Fallujah, a 50 km de Bagdá, e continua lançando ataques contra civis e forças de segurança nas zonas sob controle governamental.

A eliminação de líderes jihadistas acelerou-se com a intensificação da campanha contra o EI decidida no outono boreal pelo governo Obama.

"Desde o começo de 2015, matamos mais de 40 alvos de alto valor", do grupo Estado Islâmico e da Al Qaeda no Iraque e na Síria, destacou na semana passada o coronel americano Steve Warren, porta-voz militar da coalizão.

Os Estados Unidos instalaram no Iraque um grupo de forças especiais com 200 soldados especializados na localização, captura e eliminação e líderes jihadistas.

wat-lby/jm/ja/yow/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos