Migrante síria é ferida por agente eslovaco

Bratislava, 9 Mai 2016 (AFP) - Uma migrante síria foi ferida por um tiro disparado por um agente alfandegário eslovaco durante uma perseguição nesta segunda-feira perto da fronteira com a Hungria, anunciou o porta-voz de um hospital local.

A "paciente é uma mulher de 26 anos, originária da Síria", informou à imprensa Tomas Kral, porta-voz do hospital de Dunajska Streda, a sudeste da capital eslovaca.

"Sua situação é estável", após levar um tiro nas costas, indicou.

Os agentes eslovacos iniciaram uma perseguição a um dos três carros que não parou em um controle rodoviário e os seus ocupantes não reagiram aos disparos de advertência dos agentes, indicou à AFP a porta-voz dos serviços alfandegários da Eslováquia, Patricia Macikova.

Os agentes suspeitaram que os veículos, com placas húngaras e romenas, participavam de uma operação de contrabando de pessoas, indicou Macikova.

Pouco depois, a polícia prendeu seis traficantes e onze migrantes, mas se recusou a comentar o caso.

Os traficantes de seres humanos começaram a usar a Eslováquia como país de trânsito para a Alemanha depois que a Áustria restabeleceu os controles provisórios na sua fronteira com a Hungria, de acordo com a imprensa eslovaca.

Reeleito em março após uma forte campanha contra os refugiados, o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico, rejeitou o programa europeu de redistribuição dos requerentes de asilo.

No âmbito deste programa, a Eslováquia, um país com 5,4 milhões de habitantes e membro da zona do euro, deveria acomodar cerca de 2.300 refugiados requerentes de asilo na União Europeia (UE).

juh-mas-sw/via/age/eg/mr/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos