Paris: negociações de paz na Síria devem ser retomadas o quanto antes

Paris, 9 Mai 2016 (AFP) - As negociações de paz inter-sírias devem ser retomadas "o mais rapidamente possível", acompanhadas de garantias sobre a manutenção da trégua, declarou nesta segunda-feira o chefe da diplomacia francesa, Jean-Marc Ayrault, após uma reunião em Paris de uma dezena de países que apoiam a oposição síria.

"Expressamos a vontade de que sejam retomadas as negociações o mais rapidamente possível", disse, pedindo "garantias concretas sobre a manutenção da trégua" e o acesso de ajuda humanitária no terreno.

"A crise síria está em um momento crítico e devemos redobrar nossos esforços para reanimar o processo de paz", suspenso no fim de abril, em Genebra, sem conseguir ter feito avanços notáveis, destacou.

Com este objetivo, uma reunião do Grupo de Apoio Internacional para a Síria (GISS), integrado por 17 países, alguns que apoiam o regime sírio (Irã, Rússia) e outros à oposição, "deverá ser realizada ma próxima semana em Viena", acrescentou Ayrault.

Ele acusou o regime de Damasco de ser responsável de "numerosas violações da trégua", "de bloquear os comboios humanitários", e de "não ter demonstrado a menor vontade de avançar" durante as negociações de Genebra.

Nesta segunda-feira, Rússia e Estados Unidos se comprometeram a "redobrar os esforços" em prol de uma saída política para a guerra na Síria e tentar estender ao conjunto do país o cessar-fogo da região de Aleppo.

"A Federação da Rússia e os Estados Unidos estão decididos a redobrar os esforços para alcançar uma solução política para o conflito sírio", indicou um comunicado conjunto dos dois países, publicado no portal na internet do ministério russo das Relações Exteriores.

As duas parres destacam "avanços" no acatamento do cessar-fogo, mas admitem "dificuldades" persistentes "em certas regiões", assim como "problemas de acesso humanitário a regiões assediadas".

cf-vl/chp/age/eg/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos