'Deslocados' de guerra atingiram recorde de 40 milhões em 2015

Londres, 10 Mai 2016 (AFP) - Em 2015 o mundo registrou o número recorde de 40 milhões de "deslocados" de guerra, com mais da metade deste total correspondendo à Síria, Iêmen e Iraque, revela um relatório divulgado nesta quarta-feira pelo Observatório de Situações de Deslocamento Interno (IDMC).

No ano passado, ocorreram 8,6 milhões de novos deslocamentos em razão de conflitos armados, sendo 4,8 milhões no Oriente Médio e no norte da África, totalizando 40,8 milhões de deslocados.

"Este número é o mais elevado já registrado e representa o dobro do número de refugiados do mundo", lamentou Jan Egeland, secretário-geral do conselho norueguês para refugiados.

A tendência "se acelerou após a primavera árabe, no fim de 2010, e com a emergência do grupo Estado Islâmico", destaca o relatório, que aponta pelo quarto ano consecutivo recordes de deslocados.

Síria, Iêmen e Iraque respondem por mais da metade dos deslocados por conflitos em 2015. Em seguida surgem Afeganistão, República Centro-Africana, Colômbia, República Democrática do Congo, Nigéria, Sudão do Sul e Ucrânia.

O relatório revela ainda que 19,2 milhões de pessoas se deslocaram em 2015 devido a catástrofes naturais na Índia, China e Nepal, principalmente.

No total, os conflitos e catástrofes naturais fizeram 27,8 milhões de novos deslocados em 2015.

"Os números equivalem às populações de Nova York, Londres, Paris e Cairo juntas", assinalou Egeland.

Cinco países - República Centro-Africana, Colômbia, Iraque, Sudão do Sul e Sudão - não saem do Top 10 desde 2003. "Isto revela, mais uma vez, que falta ajuda e que os deslocados permanecem nesta situação durante anos", disse Alexandra Bilak, diretora da IDMC.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos