Filho de ex-premier do Paquistão é resgatado no Afeganistão

Islamabad, 10 Mai 2016 (AFP) - Forças americanas e afegãs resgataram com vida no Afeganistão o filho de um ex-primeiro-ministro paquistanês sequestrado há três anos na região central do Paquistão, anunciou nesta terça-feira a Otan.

"Foi liberado por forças especiais americanas e comandos afegãos, em um ataque conjunto na província de Paktika", afirmaram os representantes da Otan em Cabul.

Quatro homens do grupo que mantinha o refém em cativeiro morreram no ataque.

Ali Haider Gilani, de 30 anos, filho de Yusaf Raza Gilani, foi localizado em uma operação contra uma célula vinculada à Al-Qaeda no leste do Afeganistão, afirma um comunicado divulgado pela presidência afegã.

Gilani foi levado para a embaixada paquistanesa em Cabul e deve ser levado a seu país, onde passará por exames médicos.

Yusaf Raza Gilani foi primeiro-ministro do Paquistão de 2008 até 2012, quando foi destituído.

O ex-chefe de Governo confirmou a notícia da libertação de seu filho.

Centenas de simpatizantes do partido PPP se reuniram diante da residência da família em Multan, grande cidade de Punjab (centro), onde Ali Haider Gilani foi sequestrado em 9 de maio de 2013.

Gilani foi sequestrado supostamente por talibãs, dois dias antes de uma eleição, para a qual estava em campanha.

Homens armados a bordo de uma motocicleta abriram fogo e sequestraram Gilani nos arredores de Multan, na província de Punjab.

O secretário e o segurança de Gilani morreram no tiroteio, que também deixou outras quatro pessoas feridas.

A família Gilani é uma das mais poderosas de Multan e um dos pilares do partido laico PPP, atualmente na oposição.

bur-cnp/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos