Turquia suspende restrição a viagem de jornalista holandesa

Haia, 10 Mai 2016 (AFP) - A jornalista holandesa de origem turca Ebru Umar, retida na Turquia desde o mês passado, conseguiu recuperar a liberdade de circulação e viajará de volta à Holanda, informou o ministro de Relações Exteriores, Bert Koenders, nesta terça-feira.

"A colunista Ebru Umar pode voltar à Holanda. A Turquia suspendeu nesta terça-feira sua proibição de viajar", anunciou o chanceler, mediante uma declaração em Haia.

Umar foi detida brevemente na Turquia há duas semanas, após tuitar comentários críticos contra o presidente Recep Tayyip Erdogan.

Umar, uma conhecida jornalista e feminista na Holanda, declarou ter sido detida no meio da noite em sua casa em Kusadasi, no oeste da Turquia.

Ela foi interrogada por 16 horas e depois, libertada, mas sem poder deixar o país.

A popular jornalista ainda pode ser acusada e terá que aguardar o fim de uma investigação sobre sua conduta, advertiu o comunicado.

O caso de Umar despertou uma forte mobilização na Holanda, país muito apegado à liberdade de expressão.

Há na Turquia atualmente 2.000 casos abertos por supostas injúrias ao chefe de Estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos