UE estima em EUR 4 bilhões por ano direitos alfandegários ao Mercosul

Estrasburgo, França, 10 Mai 2016 (AFP) - As exportações da União Europeia (UE) para os países do Mercosul devem pagar direitos alfandegárias de aproximadamente 4 bilhões de euros por ano, informou nesta terça-feira a Comissão Europeia em um debate na Eurocâmara sobre as negociações comerciais dos dois blocos.

"Há um verdadeiro potencial econômico (...) Os países do Mercosul representam um mercado muito atraente para a UE e ainda há barreiras tarifárias notórias, cada ano são pagos 4 bilhões de euros em direitos alfandegários", disse a comissária europeia de Comércio, Cecilia Malmstrom.

"Os benefícios potenciais vinculados ao acordo de livre comércio são evidentes", acrescentou em uma intervenção na sessão plenária da Eurocâmara reunida em Estrasburgo (leste da França).

Os chefes negociadores dos dois blocos comerciais devem trocar ofertas de tarifas nesta semana.

Segundo Malmstrom, fontes diplomáticas afirmaram que na quarta-feira a troca será realizada e depois disso será estabelecido um calendário das negociações.

Diante da preocupação dos eurodeputados pela importância que será dada aos produtos agrícolas, Malmstrom tentou tranquilizar os parlamentares, que ecoaram as reclamações dos ministros da Agricultara, liderados pela França.

"Somos muito conscientes da crise do setor agrícola", reconheceu. "Sessenta porcento de nossas importações agrícolas do Mercosul correspondem a soja e forragem para o setor suíno".

"Não posso confirmar o que está coberto, estamos finalizando a oferta", respondeu Malmstrom a um eurodeputado que perguntou sobre a presença de carne bovina na oferta, um produto sensível para o setor pecuário, em plena crise na Europa.

A Comissão lançou um novo estudo de impacto no setor agrícola de um acordo com o Mercosul. Os resultados ficarão prontos no outono europeu, informou Malmstrom.

"Uma troca de ofertas será um primeiro passo nessa nova fase", acrescentou.

As negociações para um tratado de livre-comércio entre UE e Mercosul foram retomadas em 2010, depois que a troca de ofertas feita seis anos antes não permitiu que as discussões avançassem.

mla-pa/age/cc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos