Jovem francesa filma o próprio suicídio usando aplicativo Periscope

Paris, 11 Mai 2016 (AFP) - Uma jovem francesa de 19 anos cometeu suicídio na França e filmou tudo ao vivo através do Periscope, um aplicativo de difusão instantânea de vídeos que faz grande sucesso, mas já provocou várias polêmicas.

A jovem se atirou na frente de um trem nos arredores de Paris e filmou o ato macabro pelo Periscope.

A justiça abriu uma investigação para determinar as circunstâncias do suicídio, ocorrido em Egly, subúrbio do sul de Paris.

Horas antes de agir, a jovem, que apresentava "um perfil psicológico frágil, segundo pessoas próximas", enviou um SMS a um amigo de seu ex-namorado, no qual mencionava "agressões e um estupro" que ele teria cometido contra ela, informou nesta quarta-feira o promotor, Eric Lallement.

"A audiência desta pessoa está em curso", informou o promotor, acrescentando que a linha de investigação se reorientaria se as agressões e o estupro forem comprovados.

O promotor assegurou que "estão sendo estudados" os vídeos, exceto o último, que será entregue aos investigadores "nas próximas horas".

Os policiais informaram ter sido alertados "por um usuário do Periscope que estava conectado com a vítima e que nos disse que ela não estava bem", mas não puderam impedir o suicídio.

A jovem também teria enviado um SMS a uma pessoa próxima pouco antes de se suicidar.

O vídeo foi suprimido do 'feed' do Periscope, mas um trecho do mesmo, anterior ao suicídio, estava disponível no Youtube. A jovem, sentada em um banco, fala de um vídeo que "não é feito para fazer barulho", mas "para fazer as pessoas reagirem, abrir as mentes".

Depois, após um longo silêncio diante da câmera, aparece uma tela negra e, ao fundo, o som confuso das vozes dos socorristas que vão recuperar o corpo.

"Não fazemos comentários sobre contas individuais", limitou-se a declarar um porta-voz para a Europa do Twitter, que adquiriu o Periscope em 2015.

Periscope utilizado por famososO Periscope é um aplicativo que permite às pessoas difundir vídeos ao vivo, transmitidos por uma conta no Twitter e que todo mundo pode ver. O vídeo fica acessível durante 24 horas e depois desaparece.

Muitos famosos, como o cantor canadense Justin Bieber e o rapper francês Jul, usam o aplicativo para se comunicar com seus fãs sem filtros.

Na França, o Periscope foi usado em fevereiro para difundir os insultos que o jogador de futebol do clube parisiense PSG Serge Aurier dirigiu ao seu técnico, Laurent Blanc. Este caso contribuiu em grande medida para divulgara o aplicativo.

O Periscope também é usado por jornalistas e manifestantes durante comícios, como os do movimento Noite em Pé, em Paris, ou protestos contra o projeto de reforma da lei trabalhista na França.

O aplicativo deu o que falar também na França depois do caso de um detento que se filmou na cela em que estava preso em Béziers (sul).

Recentemente, uma agressão foi organizada para ser difundida pelo Periscope, segundo a imprensa.

Em Bordeaux (sudoeste), dois adolescentes decidiram agredir até a inconsciência um pedestre escolhido ao acaso, após terem anunciado o ato a 40 pessoas conectadas ao serviço. Os dois foram acusados de condenados pelo ato de violência, com o agravante da premeditação.

alh/prh/mc-jvb/eg/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos