Presidente nigeriano pede que Cameron devolva ativos roubados

Londres, 11 Mai 2016 (AFP) - O presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, disse nesta quarta-feira que não quer desculpas do primeiro-ministro britânico, David Cameron, que chamou seu país de corrupto, mas deseja que devolva os bens dos nigerianos corruptos no Reino Unido.

"Não vou pedir desculpas de ninguém. O que peço é o retorno dos ativos", disse Burahi em um debate sobre corrupção celebrado no Secretariado da Commonwealth em Londres.

Assim, lembrou o caso de Diepreye Alamieyeseigha, ex-governador do estado petrolífero nigeriano de Bayelsa, que foi detido em Londres acusado de lavagem de dinheiro em 2005, mas fugiu disfarçado de mulher.

Alamieyeseigha, que morreu na Nigéria em outubro, deixou no Reino Unido "sua conta bancária e bens imóveis, que o Reino Unido está preparado para nos devolver. É o que peço", disse Burahi.

"O que faria com um pedido de desculpas? Quero algo tangível", disse.

O presidente nigeriano participará na quinta-feira em Londres de uma cúpula anticorrupção presidida por Cameron, que também contará com a participação de seu colega afegão Ashraf Ghani.

Na terça-feira, Cameron se esqueceu novamente de uma câmera enquanto conversava com a rainha e classificou Nigéria e Afeganistão de "fantasticamente" corruptos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos