Banco da Inglaterra: referendo da UE já afeta crescimento

Londres, 12 Mai 2016 (AFP) - O Banco da Inglaterra avisou nesta quinta-feira que a incerteza criada pelo referendo de 23 de junho sobre o pertencimento britânico à União Europeia está dificultando o crescimento.

"Há sinais crescentes de que a incerteza relacionada ao referendo da UE começou a pesar na atividade" econômica, disse a instituição depois de anunciar que deixa a taxa básica de juros em 0,5%.

A taxa permanece neste mínimo histórico há mais de sete anos.

A vitória da saída da UE, o Brexit, "poderá materialmente alterar as perspectivas de produção e inflação", prosseguiu o Banco da Inglaterra.

O Banco Central previu que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) será de 2,0% em 2016, dois décimos a menos do que havia previsto em fevereiro. Em 2017, estimou que será de 2,2%, um décimo a menos que em sua estimativa anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos