Venezuela 'repudia golpe de Estado parlamentar' no Brasil

Caracas, 12 Mai 2016 (AFP) - A Venezuela expressou nesta quinta-feira seu "repúdio categórico" ao que considera um "golpe de Estado parlamentar no Brasil que, mediante farsas jurídicas das cúpulas oligárquicas e forças imperiais, pretendem derrubar a presidenta, Dilma Rousseff", segundo um comunicado do Ministério de Relações Exteriores.

O governo do presidente chavista Nicolás Maduro, aliado político de Dilma, afirmou que se está "substituindo a soberania popular, pondo em risco a constituição e a democracia".

Maduro e o seu antecessor Hugo Chávez (1999-2013) estabeleceram amplos laços comerciais e políticos com os governos de Dilma e do ex-presidente Lula.

Para a chancelaria venezuelana, o afastamento da presidente brasileira do seu cargo é "um ataque motivado pela vingança daqueles que perderam as eleições e são incapazes de chegar ao poder político por outra via que não a força".

O comunicado acrescenta que Dilma conta com "o acervo moral, a dignidade e a histórica capacidade de luta" para ser "garantia para a democracia, as conquistas sociais do povo brasileiro e a unidade 'nuestroamericana'".

Afirma, ainda, que o suposto golpe contra Dilma foi planejado desde que ela chegou ao poder, com ações como "a sabotagem, a desinformação e a mentira", que incluíram "o extremo de pretender impedir a realização de eventos esportivos de grande transcendência mundial no Brasil, com o propósito de desprestigiar o governo e suas autoridades".

A Venezuela faz também um chamado "aos povos do mundo" a se prepararem para "a defesa da democracia, da presidenta Dilma Rousseff e dos processos de unidade e integração entre nossos países".

Após a decisão do Senado brasileiro desta quinta-feira de afastá-la do poder, Dilma voltou a denunciar um "golpe" e urgiu aos seus apoiadores que vão as ruas para resistir.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos