Apátrida é preso na Rússia acusado de espionagem

São Petersburgo, 13 Mai 2016 (AFP) - Um apátrida residente na Estônia foi preso em São Petersburgo, no noroeste da Rússia, acusado de ser um espião a serviço deste país báltico, anunciou nesta sexta-feira o serviço de segurança russo, o FSB.

Arsen Mardaleïchvili, de 46 anos, "recolhia a pedido dos serviços secretos estonianos informações confidenciais sobre as forças militares russas", indicou em um comunicado o FSB sem dar mais detalhes.

Os supostos casos de espionagem aumentaram nos últimos meses na Rússia, e ocorrem num momento de tensão entre Moscou e os três países bálticos - Estônia, Letônia, Lituânia - ex-repúblicas soviéticas e que aderiram à Otan e à UE em 2004.

Preocupados após a anexação da península ucraniana da Crimeia pela Rússia em 2014, os países bálticos temem que a Rússia busque desestabilizar a região.

Já Moscou teme, por sua vez, uma expansão da Aliança perto de suas fronteiras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos