Chavismo e oposição se mobilizam por revogatório

Caracas, 13 Mai 2016 (AFP) - A oposição venezuelana realizará neste sábado uma manifestação em Caracas para exigir o cumprimento dos prazos legais para a realização de um referendo revogatório contra o presidente Nicolas Maduro, que também liderará um comício em que anunciará medidas contra a crise econômica.

Os opositores vão se manifestar em uma avenida do oeste da capital, onde os líderes da Mesa da Unidade Democrática (MUD) anunciará um cronograma de ações para pressionar o governo a organizar a consulta, anunciou nesta sexta-feira o deputado Stalin Gonzalez.

"Vamos continuar com a pressão organizada, pacífica, exigindo o que está na Constituição", disse ele.

Enquanto isso, o oficialismo organiza uma passeata até a Plaza Diego Ibarra (centro de Caracas), onde Maduro ativará o "motor da Economia Comunal e Socialista", um dos setores que, segundo ele, vai ajudar a puxar a economia do fosso.

Durante o ato, o presidente anunciará medidas como a transferência de recursos para atividades produtivas, a titulação de terras, entre outros, segundo o vice-presidente Aristóbulo Istúriz.

Estas concentrações se somam às organizadas por ambos os lado na última quarta-feira, quando a oposição tentou, sem sucesso, chegar a sede do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) para exigir velocidade no processo revogatório.

A marcha de cerca de 2.000 partidários da MUD foi bloqueada por soldados e policiais, que dispersaram a multidão com gás lacrimogêneo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos