Hezbollah anuncia morte de chefe militar na Síria

Beirute, 13 Mai 2016 (AFP) - O movimento xiita libanês Hezbollah anunciou nesta sexta-feira a morte de Mustafah Badreddine, um importante quadro militar estacionado na Síria.

Ele teria morrido em uma grande explosão perto do aeroporto de Damasco.

"Há alguns poucos meses disse: 'não vou voltar da Síria, salvo se voltar como mártir, ou se volto com a bandeira da vitória'. Este é o comandante Mustafah Badreddine, que hoje voltou como mártir", informou a organização, que luta como aliado do governo de Bashar al-Assad.

O comunicado da organização foi divulgado pela emissora de televisão Al-Manar.

Badreddine era um dos cinco principais suspeitos na organização pelo assassinato do ex-primeiro-ministro libanês Rafic Hariri.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos