Comunidade internacional inicia reunião sobre a Líbia

Viena, 16 Mai 2016 (AFP) - Os ministros das Relações Exteriores de vários países europeus e africanos, assim como o secretário de Estado americano, se reúnem nesta segunda-feira em Viena para discutir o caos na Líbia, uma consequência das divisões políticas e da ameaça do grupo Estado Islâmico (EI).

A reunião acontece em um momento crucial, depois que o EI ampliou sua influência ao oeste da cidade de Sirte, que o grupo extremista já controlava desde junho de 2015.

Também coincide com a tentativa do governo de unidade nacional, surgido das negociações estimuladas pela ONU, de estabelecer sua autoridade.

O encontro, presidido pelo chefe da diplomacia italiana, Paolo Gentiloni, e pelo secretário de Estado americano, John Kerry, reunirá os principais personagens regionais e internacionais com o objetivo de apoiar "o processo de estabilização" na Líbia, afirmou o ministro italiano em uma visita recente à Tunísia.

Na semana passada, o EI assumiu o controle da localidade de Abu Grein, que fica a 100 km de Sirte, após um cerco às tropas do governo. Esta é a primeira vez que os extremistas conseguem controlar um setor ao oeste de Sirte, seu reduto, onde dominam várias localidades ao leste.

As lutas políticas, o vazio de poder e o caos facilitaram a implantação desde 2014 do EI na Líbia, o que representa uma ameaça direta para os países vizinhos e para a Europa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos