Gordon Brown lança fundo para ajudar crianças refugiadas

Nova York, 16 Mai 2016 (AFP) - O ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown lançou nesta segunda-feira um novo fundo mundial para que 30 milhões de crianças refugiadas permaneçam na escola. A criação deste fundo será formalmente anunciada na semana que vem.

O fundo "A educação não pode esperar" busca arrecadar 3,85 bilhões de dólares em cinco anos de governos, empresas e filantropos.

Esse plano pretende enviar à escola crianças sírias que vivem em acampamentos de refugiados na Jordânia, na Turquia e no Líbano, o que custaria aproximadamente 800 milhões de dólares por ano, afirmou Brown a jornalistas.

Segundo Brown, o objetivo é proporcionar esperança a uma "geração perdida" de crianças abandonadas em campos sem acesso às escolas.

A iniciativa será formalmente implementada na semana que vem, na cúpula humanitária mundial que acontecerá em Istambul.

O fundo busca atender crianças em idade escolar por um máximo de cinco anos. Trata-se de uma mudança relativa à prestação de ajuda humanitária de emergência no curto prazo.

A escolarização de aproximadamente 75 milhões de crianças no mundo todo foi interrompida de forma abrupta por guerras, desastres naturais e outras crises.

avz-cml/grf/llu/ll/cc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos