Referendo na Venezuela é 'inviável', diz Maduro

Caracas, 17 Mai 2016 (AFP) - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, garantiu, nesta terça-feira (17), que o referendo com o qual a oposição pretende tirá-lo do poder é "inviável", alegando "fraude" com as assinaturas apresentadas pela oposição.

"Nenhuma das opções anunciadas pela direita para acabar com a revolução e para me derrubar, ou revogar meu mandato, tem viabilidade política e histórica, e nenhuma terá êxito", declarou Maduro, em entrevista coletiva, ao acusar a oposição que tentar "fraudar a lei".

Maduro disse ter recebido um relatório sobre "o desastre que está sendo encontrando" nas assinaturas por Jorge Rodríguez, que lidera a comissão do governo que verifica o processo de solicitação de referendo, iniciado pela oposição.

"Pretenderam fraudar a lei, burlar a vontade e mal utilizar um recurso democrático (o referendo) para seus interesses perversos", afirmou.

O presidente disse que seus opositores querem causar violência "para encobrir o desastre" e reiterou sua advertência de que "por cada assinatura falsificada, processo garantido". "Assim será. Vamos lutar", sentenciou.

"Eles não querem o referendo revogatório, querem golpe de Estado, intervenção estrangeira, guerra econômica, ao que põem um verniz, um disfarce", afirmou o presidente socialista, ao se referir ao pedido de referendo.

O chefe de Estado assegurou que uma parte da oposição "não quer referendo" é o fato de que começaram o processo de solicitação imediatamente depois de ter completado em 11 de janeiro três anos de mandato.

"Em 11 de janeiro, eles podiam tê-lo ativado, não o fizeram, e começaram a anunciar um pouco de sandices", acrescentou.

As declarações de Maduro ocorrem no dia seguinte à publicação de um decreto de estado de exceção de 60 dias, com o qual ampliou seus poderes para governar nas áreas política, econômica, social e ambiental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos