Tusk acusa Boris Johnson de ultrapassar limites ao comparar UE a Hitler

Copenhaga, 17 Mai 2016 (AFP) - O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, acusou nesta terça-feira o ex-prefeito de Londres, o conservador e eurocético Boris Johnson, de ter "ultrapassado os limites" ao comparar o projeto da União Europeia com o de Adolf Hitler.

"Quando ouço que a UE é comparada aos planos e projetos de Hitler, não posso permanecer em silêncio", declarou Tusk em uma coletiva de imprensa em Copenhague.

"Estes argumentos absurdos deveriam ser completamente ignorados se não tivessem sido pronunciados por um dos políticos mais influentes do partido no poder (no Reino Unido). Boris Johnson ultrapassou os limites de uma discussão racional, mostrou amnésia política", se indignou o presidente do Conselho Europeu.

Johnson, líder do grupo favorável ao Brexit no Reino Unido, afirmou no domingo em uma entrevista ao Sunday Telegraph que a Europa está marcada há 2.000 anos por diversas tentativas de englobar o continente sob um único governo.

"Napoleão, Hitler, várias pessoas tentaram, e isso terminou de forma trágica. A União Europeia é uma tentativa de fazer isso com métodos diferentes", afirmou, a menos de seis semanas do referendo sobre a permanência do Reino Unido na UE.

Diante destas declarações, Tusk disse que "é possível criticar muitas coisas na UE, mas que ela continua sendo uma muralha eficaz para frear conflitos sempre perigosos e frequentemente trágicos entre as nações europeias".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos