Campanhas presidenciais dos EUA são alvo de ataques informáticos

Washington, 18 Mai 2016 (AFP) - As campanhas dos candidatos democratas e republicanos à presidência dos Estados Unidos estão sendo alvo de ataques informáticos, alertou o diretor de Inteligência Nacional, James Clapper, na quarta-feira.

"Já temos alguns indícios disso", disse Clapper durante um debate sobre segurança informática no think tank Bipartisan Policy Center, em Washington.

"Eu acredito que isso vai acontecer mais vezes na medida em que as campanhas se intensificarem", afirmou o diretor.

O departamento de segurança nacional (Department of Homeland Security) e o FBI (Federal Bureau of Investigation) estão fazendo "todo o possível" para treinar ambas as campanhas contra potenciais ameaças informáticas, disse Clapper.

"Há muito tempo temos uma prática de informar os candidatos uma vez que eles sejam nomeados oficialmente, e isso se move em uma velocidade maior em termos de detalhamento depois que o presidente-eleito é conhecido", acrescentou.

"Estamos cientes de que campanhas, organizações vinculadas e indivíduos são alvo de atores com uma variedade de motivações - desde diferenças filosóficas até a espionagem," disse o porta-voz do FBI Brian Hale.

Esses ataques variaram de "de destruições a invasões", acrescentou. O FBI não respondeu imediatamente um pedido de detalhes adicionais.

O diretor nacional de Inteligência aconselha o presidente e supervisiona a atividade de 17 agências de inteligência dos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos