Dezenas de manifestantes detidos em Mianmar

Naypyidaw, Mianmar, 18 Mai 2016 (AFP) - Dezenas de trabalhadores foram detidos nesta quarta-feira em um protesto na capital de Mianmar, um país em plena transição desde a chegada ao poder em abril do partido da ex-dissidente Aung San Suu Kyi.

"Detivemos hoje 60 manifestantes. Tentamos fazer isso sem ferir ninguém", disse à AFP o chefe da polícia, Ko Ko Aung.

Duzentos policiais contiveram na periferia norte de Naypyidaw o avanço de uma coluna de trabalhadores que exigiam aumentos salariais e prenderam os participantes.

Alguns iniciaram há três semanas uma marcha a partir do norte, em protesto contra a demissão de uma centena de trabalhadores, e esperavam ser recebidos pelas autoridades.

"Não estamos fazendo nada errado. É uma injustiça nos prenderem", gritou uma mulher.

O partido da Prêmio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi tomou as rédeas de Mianmar em abril, depois de sua vitória histórica nas eleições de novembro, colocando fim a meio século de poder militar.

As novas autoridades libertaram uma grande quantidade de presos e proclamaram sua intenção de revogar as legislações repressivas.

str-zaw-klm/tib/at/js/tjc/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos