Diamante azul 'Oppenheimer Blue' é destaque de leilão em Genebra

Genebra, 18 Mai 2016 (AFP) - O famoso diamante azul "Oppenheimer Blue", de um valor estimado entre 38 e 45 milhões de dólares, pode estabelecer nesta quarta-feira um novo recorde mundial no leilão que a casa Christie's em Genebra.

Este diamante de 14,62 quilates, de um azul luminoso e vivo, montado em um anel, pode se tornar o diamante talhado mais caro do mundo, segundo a Christie's.

Trata-se da peça mais cara colocada em leilão nesta semana em Genebra, pelas tradicionais vendas de joias finas de maio organizadas pela Sotheby's e pela Christie's.

Ele é classificado na categoria "Fancy vivid Blue", a cor mais rara para os diamantes azuis.

O recorde atual por um diamante azul pertence ao "Blue Moon of Josephine", de 12,03 quilates, que foi comprado por 48,4 milhões de dólares por um magnata de Hong-Kong, Joseph Lau, em novembro de 2015 na mesma cidade suíça.

O "Oppenheimer Blue" forma parte da coleção do famoso diamantista londrino Sir Philip Oppenheimer (1911-1995), que controlaba o mercado mundial do diamante através da empresa De Beers.

O diamante, que passou por diversas mãos após a morte de Sir Philip, é colocado em leilão pela primeira vez.

A venda da Christie's, que organiza duas vezes por ano leilões de joias finas de prestígio em Genebra, ocorre um dia após a da Sotheby's, sua grande concorrente.

bur-mnb/apo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos