Comitê grego de segurança aérea desmente descoberta de destroços de avião egípcio

Atenas, 19 Mai 2016 (AFP) - O presidente do Comitê grego de Segurança, Athanassios Binos, assegurou à AFP que os destroços encontrados na região próxima ao suposto local onde caiu o avião da Egyptair "não são de um avião", desmentindo, assim, um anúncio da companhia aérea.

"Até agora, a análise dos restos encontrados indica que não pertencem a um avião. Durante nosso último contato, por volta das 17H45 GMT (14h45 de Brasília), meu colega egípcio me confirmou também que não tinha sido demonstrado que os restos fossem do voo da Egyptair", afirmou o funcionário.

Pouco antes, a Egyptair tinha anunciado no Twitter a descoberta de "restos do voo MS804".

"Sobre a base de dados geográficos disponíveis, falamos dos mesmos desafios, até agora não estamos a par da descoberta de outros destroços" sobre os quais a EgyptAir poderia ter feito seu anúncio, acrescentou Binis, destacando, no entanto, que as informações podiam mudar de uma hora para outra.

"O que foi encontrado é um pedaço de madeira e tecido que não pertencem a um avião", insistiu.

O encarregado tinha comentado as informações previamente pela TV pública grega ERT1.

A companhia aérea dona do avião que caiu tinha anunciado no Twitter que tinham sido encontrados os restos da aeronave na ilha Kárpatos.

"O ministério egípcio da Aviação Civil acaba de receber uma carta oficial do ministério egípcio de Relações Exteriores que confirma a descoberta de restos do voo desaparecido MS804".

"A equipe de investigação egípcio em cooperação com seus pares gregos ainda continua procurando as outras partes do avião", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos