Argentina ordena extradição de narcotraficante colombiano

Buenos Aires, 20 Mai 2016 (AFP) - O narcotraficante colombiano Henry Jesús López Londoño, conhecido como 'Mi Sangre', será extraditado aos Estados Unidos a pedido da justiça americana, decidiu um juiz da Argentina, onde o acusado está detido desde 2012.

O juiz Sebastián Ramos considerou "procedente a extradição de Henry de Jesús López Londoño, conhecido como 'Mi Sangre', apresentada pelo Tribunal Federal de Primeira Instância para o Distrito Sul da Flórida, Estados Unidos", indicou o Centro de Informação Judicial.

Não foi possível saber se o acusado terá o direito de apelar e quando acontecerá a extradição.

López Londoño, de 45 anos, pediu refúgio na Argentina por se considerar um preso político.

Ele afirma que sua vida corre perigo nos Estados Unidos por ser um ex-integrante do grupo paramilitar Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), ao qual passou a integrar em 1996 para combater a guerrilha.

López Londoño foi detido em outubro de 2012 a 50 km de Buenos Aires, onde morava com a mulher e três filhos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos