Espanha concede nacionalidade a irmã e cunhado de Leopoldo López

Madri, 20 Mai 2016 (AFP) - O governo em fim de mandato da Espanha, do conservador Mariano Rajoy, decidiu nesta sexta-feira conceder a nacionalidade à irmã e ao cunhado do opositor venezuelano Leopoldo López, e outros quatro de seus compatriotas, buscando protegê-los da perseguição que sofrem em seu país.

"Como se lembrarão, no conselho de ministros de 11 de dezembro foi aprovada a concessão por carta de natureza da nacionalidade espanhola aos pais de Leopoldo López e hoje (...) o fazemos nos mesmos termos a sua irmã e ao seu cunhado", Cristina López e Hernán José Cifuentes, informou a número dois do executivo, Soraya Sáenz de Santamaría.

"Ambos se encontram em uma dramática situação pessoal e familiar como consequência da perseguição política que injustamente sofrem tanto seu irmão, Leopoldo López, quando seu pai e em geral toda a família", acrescentou em uma coletiva de imprensa em Madri, ao término da reunião semanal do conselho de ministros.

Esta decisão busca que "a nacionalidade espanhola lhes permita enfrentar a perseguição à qual são submetidos em seu país com maiores garantias democráticas", explicou.

Pelos mesmos motivos, o governo concedeu também a nacionalidade espanhola ao empresário venezuelano Luis Carlos Serra Carmona, sua esposa e seus dois filhos.

Serra Carmona é diretor do jornal venezuelano El Nacional, "cujas investigações jornalísticas relacionadas ao regime bolivariano" lhe valeram uma denúncia ante a justiça, disse Saénz de Santamaría.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos