Incêndio é controlado em Fort McMurray, mas fumaça impede produção de petróleo

Ottawa, 20 Mai 2016 (AFP) - Bombeiros conseguiram controlar o maciço incêndio na região petroleira de Fort McMurray, no Canadá, nesta sexta-feira, mas uma densa fumaça continua impedindo a retomada da maior parte da produção.

Os incêndios florestais que provocaram a evacuação de 100.000 moradores de Fort McMurray e das instalações petroleiras no norte da região interromperam a extração e refino de cerca de 1,2 milhões barris de petróleo por dia.

A redução da produção canadense ajudou a diminuir a oferta global de petróleo, puxando para cima o preço do barril, até a marca de 50 dólares americanos.

Na semana passada, a extensão do fogo dobrou, chegando a mais de 500.000 hectares.

As chamas estão agora sob controle e os bombeiros estão confiantes de que a situação continue estável nos próximos dias, até que comece a chover, disseram autoridades em uma coletiva de imprensa.

Para retomar a produção de petróleo, no entanto, é necessário esperar que a fumaça desapareça.

As duas maiores instalações, operadas pelas empresas Suncor e Syncrude, permanecem fechadas.

"Elas permanecem sob evacuação obrigatória", que não poderá ser suspensa "até que o índice de qualidade do ar se estabilize", disse Shane Schreiber, chefe da Agência de Gerenciamento de Emergências da província de Alberta.

A poluição do ar causada pela fumaça diminuiu, mas permanece alta após ter atingido recentemente um nível três vezes maior do que o que é considerado seguro.

As operações da Suncor foram suspensas na segunda-feira, quando a intensificação do fogo perto das suas instalações destruiu um alojamento e obrigou à evacuação de 8.000 trabalhadores.

"Ainda vai levar algum tempo para apagar o fogo, mas acreditamos que com as condições atuais e o número de bombeiros nas instalações não há nenhuma ameaça imediata", disse o chefe do serviço de bombeiros de Alberta, Chad Morrison.

Na quinta-feira, houve chuva fraca em Fort McMurray e arredores, e há previsão de chuvas mais fortes para os próximos três dias.

Atualmente, há 1.100 bombeiros combatendo os incêndios na região. Morrison disse que a província espera mobilizar mais 500 na próxima semana, e 500 na semana seguinte.

Estima-se que as perdas para a economia canadense devido à interrupção temporária da produção de petróleo podem chegar a 0,5% do produto interno bruto (PIB) do país.

O setor petrolífero é responsável por 4% do PIB do Canadá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos