Satélite detecta possível mancha de óleo perto de local onde avião da EgyptAir caiu

Haia, 20 Mai 2016 (AFP) - A Agência Espacial Europeia (ESA) informou nesta sexta-feira que um de seus satélites detectou uma possível mancha de óleo ou combustível no Mediterrâneo, perto do local onde supostamente o avião da EgyptAir caiu na manhã de quinta-feira.

"Segundo a imagem do satélite, a mancha está situada (nas coordenadas) 33°32' N/29°13' E, 40 quilômetros a sudeste da última localização conhecida do avião", indicou a ESA em um comunicado publicado em seu site.

"A mancha mede dois quilômetros de comprimento", disse.

A imagem foi captada pelo satélite Sentinel-1A na quinta-feira às 18h00 (13H00 de Brasília) e foi transmitida às autoridades para colaborar na investigação, acrescentou a ESA.

"Desde o desaparecimento do avião, os especialistas e a ESA observam os dados dos satélites para encontrar elementos que possam indicar restos do avião ou óleo flutuando no mar", informou a agência no comunicado.

Mais de 36 horas depois da tragédia, começaram a ser encontrados objetos pessoais dos passageiros e destroços da aeronave 290 km ao norte de Alexandria.

Graças a estes primeiros destroços, as autoridades esperam entender como o voo MS804, com 66 pessoas a bordo, desapareceu repentinamente dos radares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos