Ajuda internacional começa a chegar após inundações no Sri Lanka

Colombo, 21 Mai 2016 (AFP) - Vários países enviaram ajuda aos cerca de 500 mil cingaleses obrigados a abandonar suas casas após as chuvas torrenciais e os deslizamentos que, nos últimos dias, deixaram 71 mortos, anunciaram neste sábado autoridades.

A chancelaria do Sri Lanka informou que um avião militar indiano chegou a Colombo e dois navios daquele país estavam a caminho para entregar ajuda emergencial. O Japão também enviou ajuda, em um voo comercial, e Austrália e Estados Unidos fizeram doações em dinheiro.

O nível da água na capital do Sri Lanka recuou levemente durante a noite, mas não o suficiente para permitir que os moradores retornassem para suas casas às margens do rio Kelani, segundo autoridades.

O Sri Lanka está afetado desde a última terça-feira pelas chuvas mais fortes em 25 anos, que provocaram deslizamentos de terra em que vítimas ficaram soterradas até 15 metros abaixo do barro.

Setenta e uma pessoas morreram na tragédia, e mais de 120 estavam desaparecidas em duas localidades a 100 quilômetros da capital.

Os indianos ofereceram botes de borracha e outros equipamentos aquáticos, equipes médicas, geradores, capas de chuva, guarda-chuvas e sacos de dormir, segundo autoridades do Sri Lanka.

O presidente do país, Maithripala Sirisena, fez um chamado de solidariedade à população afetada.

Segundo o centro de gerenciamento de desastres, 22 dos 25 distritos do país foram atingidos. Cerca de 300 mil pessoas foram levadas para abrigos de emergência e outras 200 mil estavam em casas de conhecidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos