França testará registro de dados de passageiros em dois aeroportos

Paris, 21 Mai 2016 (AFP) - A França vai testar no final de maio, nos aeroportos Charles de Gaulle, em Paris, e Côte d'Azur, em Nice, o registro europeu de dados de passageiros aéreos - Passanger Name Record (PNR) - para detectar perfis perigosos de viajantes, afirmou neste sábado um responsável do Ministério do Interior.

Em uma próxima fase, os testes se estenderão a todo o país, de modo que o sistema esteja plenamente operacional no final de 2016, segundo esta fonte.

A ideia é "juntar, pouco a pouco, todas as companhias aéreas" que operam nos aeroportos franceses. Inicialmente, esta fase de teste seria aplicada a 40% do tráfego aéreo, segundo o jornal Le Figaro.

O anúncio chega semanas depois da adoção do PNR pela União Europeia (UE).

O PNR europeu deve permitir detectar potenciais terroristas a partir de informações que as companhias aéreas deverão transmitir às autoridades obrigatoriamente.

Os dados PNR - sobre itinerários de voo, coordenadas, formas de pagamento - são todas as informações que os passageiros proporcionam às companhias aéreas quando fazem uma reserva ou se registram para um voo.

A diretriz, votada em abril no Parlamento Europeu, deve ser aplicada em dois anos por todos os Estados membros, com exceção da Dinamarca.

A medida vai impor que as empresas de transporte aéreo enviem estes dados aos países europeus para os que realizam voos internacionais, e as informações serão posteriormente trocadas, quando for considerado necessário.

pta-fmp/mra/bpi/jh/me/avl/db/lb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos