Netanyahu rejeita iniciativa francesa e defende negociações diretas com palestinos

Jerusalém, 23 Mai 2016 (AFP) - O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu rejeitou o projeto francês de conferência internacional para tentar reativar as estagnadas negociações de paz com os palestinos, mas propôs que Paris receba conversações bilaterais entre israelenses e palestinos.

As negociações bilaterais são "o único meio para avançar à paz", disse Netanyahu em uma reunião com o primeiro-ministro francês Manuel Valls, a quem propôs organizar uma "iniciativa francesa diferente", sob a forma de conversações diretas israelense-palestinas.

"Eu escutei a proposta de Netanyahu. Vou conversar com o presidente François Hollande", respondeu Valls, que visita Israel e os Territórios Palestinos até a terça-feira.

Valls se reuniu com Netanyahu para defender o projeto francês de organizar até o fim do ano uma conferência de paz internacional. Para estabelecer as bases da conferência, quase 20 chefes de diplomacia e representantes de organizações internacionais se encontrarão em 3 de junho em Paris, mas sem a presença de israelenses e palestinos.

Netanyahu é contrário à ideia de uma conferência internacional, mas já anunciou em várias ocasiões a proposta de uma reunião com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas.

map-lal/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos