ONU condena atentados em bastiões do governo sírio

Nações Unidas, Estados Unidos, 23 Mai 2016 (AFP) - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou os "atentados terroristas" realizados contra dois bastiões do governo sírio, em Tartus e Jableh (oeste da Síria), e expressou sua "grave preocupação" com o aumento dos combates próximos a Damasco - informou o porta-voz Stéphane Dujarric, nesta segunda-feira.

Ban "reiterou seu apelo a todas as partes em conflito na Síria a que se abstenham de atacar a população civil e que respeitem a pausa nas hostilidades", acrescentou Dujarric.

Ele pediu ainda a todos os Estados-membros das Nações Unidas que "atuem coletivamente, de maneira imediata e decisiva, para pôr fim à tragédia que afeta a Síria".

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) lançou nesta segunda (23) uma série de atentados sangrentos contra os bastiões do governo sírio na costa do país. O saldo é de 148 mortes até o momento, um dos piores ataques desde o início do conflito em 2011.

Reivindicados pelo EI e dirigidos contra Tartus e Jableh, esses atentados são inéditos nessas cidades, que permaneciam, até agora, relativamente à margem da guerra no país. Também são os mais sangrentos dos últimos 30 anos nessas fortalezas alauítas, ramo xiita minoritário seguido pelo presidente Bashar al-Assad.

Segundo seu porta-voz, Ban também lamentou "as crescentes perdas civis" nos subúrbios de Aleppo e Idlib (norte), assim como ao norte de Homs (centro), principalmente em Al-Houla.

Hoje, o secretário de Estado americano, John Kerry, conversou por telefone com o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, pedindo que pressione o governo de Damasco a deter sua ofensiva em Aleppo e Daraya, segundo o Departamento de Estado.

"A Rússia tem uma responsabilidade especial (...) de pressionar o regime para pôr fim a seus ataques e bombardeios que matam civis, autorizar a entrega imediata de seus ministros (...) e respeitar completamente a interrupção das hostilidades", disse em Washington o porta-voz do Pentágono, Mark Toner.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos