Identificado último 'Beatle' do grupo EI (imprensa)

Washington, 24 Mai 2016 (AFP) - O jornal americano Washington Post e o site de informação BuzzFeed noticiaram a identificação do quarto "Beatle" do grupo Estado Islâmico (EI), um quarteto britânico que supervisiona torturas e assassinatos de reféns ocidentais capturados pelos extremistas.

Segundo o Washington Post, o último membro do quarteto, que ainda não tinha sido identificado, seria El Shafee Elsheikh, um londrino de 27 anos "cuja família fugiu do Sudão nos anos 1990".

O ex-combatente ainda viveria na Síria, segundo o matutino, e manteria contato com sua família, mas não com sua mãe, que afirmou ao jornal seu horror diante da conversão de seu filho ao grupo.

"Não, este menino não é mais meu filho, não é o filho que eu criei", afirmou Maha Elgizouli.

Segundo os depoimentos da mãe de El Shafee e de uma pessoa próxima ao cotidiano do jovem, ele levava uma vida comum, "torcendo pelo time de futebol Queen Park Rangers e trabalhando como mecânico".

Mas tudo mudou radicalmente após a prisão e condenação de seu irmão em um caso de direito comum, pois a partir deste momento El Shafee intensificou o contato com um imame (pregador do culto islâmico) do oeste de Londres, conhecido por seu extremismo.

"Mãe e filho discutiram por horas suas diferentes interpretações do islamismo", segundo o Post.

Além de "Jihadi John" e El Shafee Elsheikh, os outros dois membros do quarteto se chamam "Alexanda Kotey, cujo paradeiro é desconhecido", e "Aine Davis, preso no ano passado na Turquia", detalha o jornal, segundo o qual diz que "os quatro britânicos cresceram no mesmo bairro ao oeste de Londres, mas não ficou claro se já se conheciam antes de partirem para a Síria".

A figura mais conhecida do quarteto era Mohammed Emwazi, conhecido como "Jihadi John" (John, o jihadista), que aparece em diversos vídeos de decapitação de reféns e que morreu em novembro de 2015 em um bombardeio em Raqqa, leste da Síria.

Os prisioneiros ocidentais haviam colocado o nome de "Beatles" pelo sotaque britânico dos quatro extremistas.

Segundo o BuzzFeed, o quarteto decapitou "sete reféns britânicos, americanos e japoneses", e 18 membros do Exército sírio.

wat-lby/sha/md/ja/cb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos