Ofensiva na Síria para tentar expulsar o EI do norte de Raqa

Beirute, 24 Mai 2016 (AFP) - Uma coalizão árabe-curda anunciou nesta terça-feira uma ofensiva, apoiada pela coalizão liderada por Washington, para tentar expulsar do grupo Estado Islâmico (EI) de seu reduto sírio de Raqa.

"Com a participação de todas as unidades das Forças Democráticas Sírias (FDS), começamos uma operação para libertar o norte de Raqa", afirma uma conta no Twitter das FDS, que cita Rojda Felat, comandante desta coalizão antijihadista liderada pelos Estados Unidos.

A operação será apoiada pelos ataques aéreos desta coalizão, que bombardeia o EI no Iraque e na Síria, destacaram as FDS.

Depois do anúncio, a Rússia afirmou que está disposta a atuar em coordenação com a coalizão árabe-curda e os Estados Unidos para expulsar os extremistas do EI da cidade de Raqa.

"Posso afirmar com segurança que estamos dispostos a uma união", declarou Serguéi Lavrov, ministro russo das Relações Exteriores, durante uma reunião de cúpula no Uzbequistão, segundo a agência de notícias Interfax.

mgj-ram/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos