Atentados deixam 11 mortos em Bagdá

Bagdá, 30 Mai 2016 (AFP) - Onze pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em três atentados nesta segunda-feira em Bagdá e arredores, anunciou a polícia iraquiana.

O ataque mais violento aconteceu em um mercado por volta das 9H00 (3H00 de Brasília), com balanço de sete mortos, informou um coronel da polícia que pediu para não ser identificado.

Fontes médicas confirmaram o número de mortos e indicaram que pelo menos 20 pessoas ficaram feridas na explosão.

No bairro xiita de Cidade Sadr, zona norte de Bagdá, duas pessoas morreram na explosão de uma moto-bomba. A área é alvo frequente de atentados, reivindicados por extremistas sunitas que acusam os xiitas de heresia.

Em Tarmiya, uma localidade da periferia norte da capital, a explosão de um carro-bomba em um bairro residencial fechado e reservado aos funcionários de um complexo industrial matou duas pessoas e deixou 10 feridos, segundo a polícia e o ministério do Interior.

Os atentados não foram reivindicados, mas o grupo Estado Islâmico (EI) já cometeu vários ataques similares na região.

O EI reivindicou no domingo um atentado suicida contra uma cafeteria muito frequentada por jovens na cidade de Muqdadiya. Sete pessoas morreram no ataque.

Pressionado pelas ofensivas das tropas do governo contra as áreas que controla, sobretudo Fallujah, a 50 km de Bagdá, o EI intensificou os atentados, inclusive na capital iraquiana.

Há algumas semanas, três atentados cometidos no mesmo dia em Cidade Sadr deixaram quase 100 mortos.

sf-jmm/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos