PUBLICIDADE
Topo

Japão intensifica buscas por menino abandonado por pais em bosque como forma de castigo

Grupos organizam buscas por menino de sete anos que está desaparecido há três dias, na localidade de Nanae, na ilha de Hokkaido, no Japão - Kyodo/Reuters
Grupos organizam buscas por menino de sete anos que está desaparecido há três dias, na localidade de Nanae, na ilha de Hokkaido, no Japão Imagem: Kyodo/Reuters

Em Tóquio

30/05/2016 07h27

Um menino de sete anos está desaparecido há três dias, depois de ter sido abandonado por seus pais como castigo em um bosque da ilha japonesa de Hokkaido, anunciaram as autoridades, que intensificaram as buscas.

Os próprios pais relataram o desaparecimento no sábado. Em um primeiro momento, eles afirmaram que o menino se perdeu durante um passeio pela região montanhosa, mas depois admitiram que o abandonaram como forma de castigo.

Yamato Tanooka, de 7 anos, sua irmã mais velha e os pais passeavam no sábado quando o casal perdeu a paciência com o comportamento do menino, que atirava pedras contra os carros e contra os pedestres, informaram a polícia japonesa e a imprensa.

Na viagem de volta, os pais obrigaram o menino a sair do carro e o deixaram à margem da estrada em um bosque, antes de seguir por mais 500 metros.

"Eles afirmaram que voltaram imediatamente ao local, mas que o menino não estava mais onde o haviam deixado", disse um policial.

Um representante do município de Nanae manifestou preocupação com o paradeiro da criança em uma zona montanhosa, "onde passam poucas pessoas e carros". Também disse que "não é surpreendente" observar ursos.

O pai de Yamato admitiu sua angústia em uma entrevista e pediu desculpas pelos problemas provocados a tantas pessoas.