Stephen Hawking pede a britânicos que permaneçam na UE

Londres, 31 Mai 2016 (AFP) - O físico Stephen Hawking pediu aos britânicos, nesta terça-feira, que votem a favor da União Europeia (UE) no referendo de julho e aproveitou para criticar o virtual candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump.

"Distantes estão os dias em que podíamos enfrentar o mundo sozinhos", disse Hawking, um dos mais respeitados cientistas do mundo, em entrevista à emissora de televisão ITV.

"Precisamos fazer parte de um grupo de nações mais amplo: tanto para nossa segurança, quanto para nosso comércio", acrescentou, alegando que, para ele, a liberdade de movimento para acadêmicos e os recursos para pesquisa são as razões mais importantes para continuar no bloco.

Ao ser questionado sobre como poderia explicar a popularidade de Trump, Hawking respondeu: "não posso. É um demagogo que parece estar sempre apelando para o denominador comum mais baixo" dos eleitores.

De acordo com estudo da empresa Digital Science, um "não" no referendo de 23 junho na Grã-Bretanha pode colocar em risco 1,2 bilhão de euros em pesquisa. A Grã-Bretanha é o segundo beneficiário dos fundos de investigação da UE, atrás da Alemanha.

dt/nol/gw/jz/es/tt

ITV

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos